Excursões Lab Taxonomia Vegetal

Prática de campo enquanto método didático

Texto adaptado

A prática de campo consiste num instrumento pedagógico eficiente e bastante proveitoso na relação ensino-aprendizagem, que propicia a materialização da teoria no ambiente de estudo fora dos muros burocráticos da sala de aula.

Pelo contato direto com o conteúdo, os estudantes que participam da atividade de campo são motivados e estimulados a pensar criticamente; dessa forma, confrontam informações associando a aula teórica ao momento. Esse estímulo possibilita ao educando um motivo maior de aprender e de formar conhecimento pelo desafio do pensar crítico.

Muitos são os estudos referentes à importância das práticas de campo para a construção do conhecimento e o desenvolvimento do raciocínio lógico dos discentes. Por isso, Carbonell (2002) destaca que os espaços fora da sala de aula despertam a mente e a capacidade de aprender, pois se caracterizam como espaços estimulantes que, se bem aproveitados, se classificam como um relevante cenário para a aprendizagem. Para Viveiro e Diniz (2009), a prática de campo se propaga também como um aumento de afeto e confiança entre discentes e docentes. Para Rodrigues e Otaviano (2001), quando relacionados a teoria da sala de aula com a situação vivenciada na prática de campo, tem-se uma forte tendência em desenvolver no aluno uma sensibilização maior ao mundo natural e cultural, além de propiciar o enriquecimento harmonioso da personalidade do aluno e a aquisição de conhecimentos.


Excursões 2017

IBB242 2017/1 - Morfologia e taxonomia de Espermatófitas II

IBB111 2017/2 - Inventário Florístico - PARNA Anavilhanas

Theme by Danetsoft and Danang Probo Sayekti inspired by Maksimer